Ainda pouco utilizada, técnica de descoladores é usada em lifting facial para cirurgia mais segura e eficaz

A metodologia não é nova, mas ainda é pouco utilizada nas mesas cirúrgicas do mundo todo. Trata-se do uso de tumerizadores progressivos ou descoladores da pele em cirurgias de lifting facial. Criada por um médico brasileiro, os descoladores afinam os vasos até que eles se rompam, evitando a necessidade de usar cauterizadores em sangramentos e, com isso, inchaços e hematomas no pós-operatório.

Um dos adeptos desta técnica, o cirurgião plástico Marco Cassol, de São Paulo (SP), garante que o resultado é mais uniforme e a cirurgia, mais segura. “Você evita a necrose e a morte de tecidos que podem acontecer quando se faz o descolamento da pele com a tesoura. Esse risco existe, independentemente da habilidade do cirurgião”, conta.

Cassol fala que os descoladores ajudam a evitar sangramentos, traumas em tecidos e inchaço. “Com essa segurança, deixamos de usar o dreno no lifting facial, o paciente vai embora no mesmo dia, reduzindo as chances de uma infecção e a recuperação é muito mais rápida. Só vejo vantagens nessa técnica”, afirma.

Autor: Marco Cassol

Plástica e Estética Facial e Corporal. Trabalho com a mente como um cientista e com o coração como um artista. Sou um psiquiatra do bisturi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *