Calvície

Calvície

INDICAÇÃO

O implante capilar é um procedimento estético-cirúrgico e está indicado para o tratamento da calvície clássica ou aumentar a densidade capilar. Como se utiliza o próprio cabelo implantado, o folículo piloso, há necessidade de ter uma área doadora. Há várias técnicas para o tratamento da calvície. O método usado por nossa equipe é o Mini-micrograft, que utiliza raízes capilares do próprio cabelo retirado da região posterior da cabeça (região occipital), transformando em micro e mini implantes. Como os bulbos da região occipital possuem, na sua bagagem genética, a capacidade de sobrevivência e a regeneração muito boas, os resultados estéticos obtidos costumam satisfazer os pacientes.

TIPO DE ANESTESIA

Normalmente local com sedação.

TEMPO DE INTERNAÇÃO

Entre 6 e 12 h.

COMPLICAÇÕES

Após o quarto e o quinto dia podem aparecer locais puntiformes com pus. Isto pode ser devido ao folículo que se deslocou para a profundidade. Quando são poucos, fazer assepsia com soro fisiológico e água boricada a 1% e entrar em contato com o médico.

RESULTADO DEFINITIVO

Aproximadamente 9 meses após a cirurgia.

APÓS A CIRURGIA

O curativo em forma de capacete NÃO pode ser retirado pelo paciente. Ele será retirado pela equipe cirúrgica após 24 ou 48h, quando a cabeça deverá ser lavada. Levar um boné ou chapéu que não traumatize a área operada. Após a retirada do curativo, lavar o cabelo uma vez ao dia, a partir do terceiro dia de pós-operatório com água fria ou morna e com jato do chuveiro fraco. Usar shampoo NEUTRO SEM CONDICIONADOR por uns 10 dias (quando acabar, retornar ao shampoo habitual).

A partir do 10º dia de cirurgia pode ser feito uso de óleo cicatrizante (dersani) no couro cabeludo com algodão horas antes do banho para ajudar a amolecer as crostas (casquinhas) e facilitar a retirada das mesmas.

As pequenas crostas cairão espontaneamente em torno de 15 dias após a cirurgia e levarão consigo os fios transplantados que já estavam em processo de crescimento na época da cirurgia. NUNCA REMOVER AS CROSTAS ANTES DO TEMPO, pois poderá arrancar as raízes e prejudicar a integração dos enxertos.

A cicatriz da região doadora ficará avermelhada e sensível até o terceiro mês de pós-operatório quando começará a clarear. Cicatrização completa em 2 anos.

Essa cicatriz tende a ficar muito fina, quase imperceptível e pode ser disfarçada pelos cabelos, porém a qualidade da mesma depende da elasticidade do couro cabeludo e do próprio processo cicatricial de cada paciente.

Cerca de 10 a 20% dos fios transplantados crescerão direto (1 a 3 meses). 80% cairão com as crostas e alcançarão a pele entre 2 a 4 meses. Os que crescem direto poderão formar cistos e espinhas. Haverá alteração de sensibilidade do couro cabeludo nas áreas doadoras e receptoras (adormecimento, coceira) que estará normalizada de 1 a 12 meses.

O crescimento definitivo do cabelo (1 cm ao mês) somente ocorrerá de 3 a 6 meses após a cirurgia. Portanto o resultado só será notado 9 meses após o procedimento.

EVITAR

Usar produtos capilares sem indicação médica

Fumar ou ingerir bebidas alcoólicas na primeira semana após a cirurgiaPraticar esportes, fazer esforço físico excessivo ou tomar banho de piscina e mar até as crostas caírem espontaneamente. NUNCAARRANCAR AS CROSTAS. DEIXE ELAS CAÍREM ESPONTANEAMENTE.Exposição ao sol ou calor excessivo (sauna, banho muito quente) durante a fase de crostas

  • INSTITUCIONAL