Elevação de sobrancelha ou Browlift

Browlift ou elevação da cauda da sobrancelha

A queda do supercilio traz um ar de tristeza e cansaço a face.

Existem tratamentos cirúrgicos e não cirúrgicos para elevar a sobrancelha.

Tratamento não invasivo, não cirúrgico para a sobrancelha:

Toxina Botulínica: Colocada na região central da testa, ou seja, entre as sobrancelhas, paralisa a musculatura desta região, trata as rugas desta região e proporciona o lifting da região lateral do supercílio. Como a porção lateral do músculo frontal continua contraindo ocorre a elevação da cauda da sobrancelha. Necessita uma aplicação a cada 6 meses.

Ulthera: O ultrassom microfocado, quando aplicado na região lateral da testa, realiza a retração ou elevação da região frontal lateral e consequentemente a elevação da cauda da sobrancelha. Necessita uma aplicação ao ano.

Fios de Ácido Poliláctico ou Sutura Silhouette: São fios absorvíveis, colocados no próprio consultório, que tracionam e elevam a porção lateral do supercílio. Necessita de uma nova aplicação após 2 anos.

Podemos associar estes 3 tratamentos: toxina botulínica, ulthera e fio de acido poliláctico.

Tratamento cirúrgico para elevar a sobrancelha:

Cirurgia: A cirurgia consiste em uma pequena incisão dentro couro cabeludo, na porção lateral da testa. Realiza-se o descolamento de toda lateral da testa e passagem de 3 fios na porção lateral de cada sobrancelha. A ancoragem pode ser feita na fáscia do músculo frontal ou com um parafuso de ácido poliláctico que será absorvido em torno de 6 meses após a cirurgia.

browlift browlift2 browlifting elevacao de sobrancelhas sobrancelhas superciclios