Intradermoterapia

Em cada estria são aplicadas micro-doses de medicamentos, injetados com agulhas finíssimas, a fim de recuperar os tecidos lesados. A escolha do medicamento vai depender do tipo de estria. Quando antiga é preciso estimular a formação de colágeno e fibras elásticas. Se as estrias forem esbranquiçadas também é necessário pigmentá-las através de estímulos para produção de melanina (pigmento de cor). “Consegui também por meio desse método o nivelamento de estrias deprimidas”, afirma a Dra. Gurevich. Isoladamente, continua sendo a técnica mais efetiva de tratamento para estrias e só pode ser realizada por médico qualificado. Para obter resultados são necessárias aplicações semanais, totalizando 10 sessões.

Autor: Marco Cassol

Plástica e Estética Facial e Corporal. Trabalho com a mente como um cientista e com o coração como um artista. Sou um psiquiatra do bisturi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *