O Lifting e Minilifting corrigem os efeitos do tempo sobre a face e pescoço

Rejuvenescimento Facial oferece a oportunidade de redefinir a aparência, fazendo com que a pele se sinta e pareça mais saudável e atraente

Atualmente, a Medicina Estética oferece diversos procedimentos para o rejuvenescimento facial, dentre elas o Minilifting e o Lifting, indicados para tratar as rugas da face e do pescoço. O Minilifting é recomendado quando a flacidez abrange o rosto sem grandes alterações na fisionomia. Assim, o Minilifting é feito a partir dos 35 anos aproximadamente, quando começam a aparecer os primeiros sinais de envelhecimento.

“Pelo conceito atual, a cirurgia do rejuvenescimento, é feita o mais precocemente possível, tão logo comecem a aparecer as rugas. Desta forma, a pessoa estará com o aspecto jovem desde o início, não dando chance para apresentar-se com a face senil”, orienta o cirurgião plástico Marco Cassol.

Já o Lifting é indicado para pessoas acima de 55 anos, que apresentam uma grande quantidade de rugas na face e no pescoço. Contudo, o cirurgião plástico esclarece que “a idade nem sempre é o fator mais importante na classificação, pois a quantidade de rugas pode variar de acordo com o tipo de pele de cada pessoa”.

Dependendo de cada caso, a operação dura em média de duas horas e meia a cinco horas, com permanência de 12 a 24 horas no Day Hospital. A anestesia pode ser local com sedação ou geral.

Tanto no minilifting como no lifting, as cicatrizes são discretas. No minilifting, ficam escondidas no couro cabeludo e no lifting boa parte fica oculta nos cabelos e uma pequena porção fica dentro e atrás das orelhas.

No pré-operatório são necessários exames laboratoriais e arquivo fotográfico. No pós-operatório o curativo protege o local durante um dia e o tempo de recuperação varia de 10 a 21 dias em geral.

O Dr. Cassol explica que é possível integrar outros procedimentos a essas operações no mesmo dia da cirurgia. “Pode-se associar a esta operação a lipoaspiração da papada (duplo queixo), a blefaroplastia (para correção das pálpebras), o peeling químico (para retirada de manchas e rejuvenescimento da pele), a dermabrasão (raspagem da pele para rugas ao redor dos lábios), preenchimentos e outros”.

No primeiro dia o paciente já pode lavar os cabelos e as atividades normais podem ser retomadas de 8 a 12 dias. O médico ressalta que estas orientações podem sofrer variações dependendo de cada paciente.

Autor: Marco Cassol

Plástica e Estética Facial e Corporal. Trabalho com a mente como um cientista e com o coração como um artista. Sou um psiquiatra do bisturi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *