Pequenos retoques fazem a diferença

Como beleza não tem hora, muitas pessoas não esperam mais as marcas do tempo para recorrer aos benéficos recursos da cirurgia plástica. A cada dia fica mais rotineiro o procedimento cirúrgico em situações de simples retoques na preservação daquele ar de jovialidade nas fisionomias que se aproximam dos 40 anos, sem roubar-lhes os traços originais, algumas vezes sacrificados no caso de grandes cirurgias.

Peles que ainda se apresentam com boa quantidade de fibras colágenas e elásticas garantem grande porcentagem de sucesso nas cirurgias. Quando tais características já estão comprometidas, faz-se necessário um bom preparo da pele durante o período pré-operatório. São criadas condições a partir de substâncias hidratantes e nutricionais e também de técnicas e procedimentos, como o laser de baixa potência fundamental para hidratação, rejuvenescimento e recuperação dos tecidos em processo pré e pós-operatórios.

Dr.Marco Cassol, especialista em cirurgia plástica, afirma que até os 40 anos, aproximadamente, a preocupação estética vinha sendo mais evidenciada no que se refere ao corpo. Mudanças em abdômen e seios eram as mais procuradas.

Hoje já existe uma maior e melhor conscientização, encaminhando as pessoas a preocuparem-se também com o rosto já a partir dos 30 anos.

Autor: Marco Cassol

Plástica e Estética Facial e Corporal. Trabalho com a mente como um cientista e com o coração como um artista. Sou um psiquiatra do bisturi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *