Prótese de Bíceps

Prótese de Bíceps

HISTÓRICO

A incisão na axila, junto à prega anterior, melhorou muito em relação às primeiras cicatrizes realizadas na região longitudinal do braço. A ausência de dissecção do plexo braquial (nervos do braço) e adaptação da prótese subfascial e não submuscular fez com que o tempo cirúrgico, a possibilidade de complicações e a segurança da cirurgia de prótese de bíceps evoluíssem muito. No início adaptávamos próteses de panturrilha (19,8 cm) na região subfascial do músculo bíceps do braço. A limitação do uso da prótese de panturrilha devia-se a aparência não natural quando o paciente flexionava completamente o braço sobre o antebraço. Hoje solicitamos a fábrica de próteses de silicone, SILIMED, a produção de um modelo especial sob medida de prótese de bíceps de 15 cm. O resultado é muito natural com o braço flexionado ou entendido.

INDICAÇÃO

Visa corrigir projeção insatisfatória da região anterior do braço (bíceps). Indicada para pacientes que mesmo com exercício físico intenso não obtém a projeção esperada do braço. A incisão, de aproximadamente 3 cm, é realizada junto ao cavo da região axilar. A prótese é praticamente imperceptível e o resultado muito natural. A maior parte dos pacientes já possui a musculatura da região bem desenvolvida pela realização de musculação. Estes pacientes desejam uma projeção maior da região do bíceps do braço. Este é o perfil dos nossos pacientes. A projeção é ótima e o resultado final, nestes pacientes que freqüentam academia, é bem natural.INDICAÇÃO Visa corrigir imperfeições estéticas da região anterior do braço, bíceps. Indicada para pacientes que mesmo com exercício físico intenso não obtém a projeção esperada do braço. A incisão, de aproximadamente 3 cm, é realizada junto a região axilar. A prótese é praticamente imperceptível e o resultado muito natural.

TIPO DE ANESTESIA

Geralmente a anestesia é peridural alta com sedação.

TEMPO CIRÚRGICO

Aproximadamente 2 h de cirurgia.

TEMPO DE INTERNAÇÃO

Permanência de 6 a 12h.

COMPLICAÇÕES

A complicação mais freqüente é o edema (inchaço) das mãos que deve ser tratado com o uso de modelador, massagem, repouso e tipóia para permanência na posição anatômica. Outra complicação possível é o deslocamento da prótese da sua posição.

RESULTADO DEFINITIVO

Aproximadamente 3 meses após a cirurgia.

APÓS A CIRURGIA

Requer repouso por 7 dias.

Os pontos são retirados entre 7 e 14 dias.

Recomenda-se evitar esforço físico (academia) nos primeiros 60 dias após a cirurgia.